O PASSADO 11 DE DEZEMBRO CELEBROU-SE UMA REUNIÃO DE SÓCIOS DO PROJETO GEMCAT _ GERAÇÃO DE EMPREGO DE QUALIDADE TRANSFRONTEIRIÇO, APROVADO NO ENQUADRAMENTO DA PRIMEIRA CONVOCAÇÃO DO PROGRAMA INTERREG V- ESPANHA- POTUGAL 2014-2020 (POCTEP), LIDERANÇA PELA XUNTA DE GALICIA E PARTICIPADO PELOS SÓCIOS DE PORTUGAL, CASTILLA E LEÓN E ESTREMADURA

O PASSADO 11 DE DEZEMBRO CELEBROU-SE UMA REUNIÃO DE SÓCIOS DO PROJETO GEMCAT _ GERAÇÃO DE EMPREGO DE QUALIDADE TRANSFRONTEIRIÇO, APROVADO NO ENQUADRAMENTO DA PRIMEIRA CONVOCAÇÃO DO PROGRAMA INTERREG V- ESPANHA- POTUGAL 2014-2020 (POCTEP), LIDERANÇA PELA XUNTA DE GALICIA E PARTICIPADO PELOS SÓCIOS DE PORTUGAL, CASTILLA E LEÓN E ESTREMADURA

  • Nesta reunião juntaram-se por quinta vez os membros do Comité de Direção do projeto, que da conta do seguimento e coordenação do projeto, e esteve integrada pelos principais representantes e pessoal técnico.
  • Realizou-se uma revisão do estado de execução das atividades técnicas do projeto
  • A Xunta de Galicia apresentou um avanço da metodologia desenhada para as atividades:

A Secretaria Geral de Emprego da Xunta de Galicia, junto das suas parceiros a Secretaria de Emprego da Xunta de Castilla e León; a Direcção-geral de Trabalho da Secretaria de Educação e Emprego da Xunta de Estremadura; CIM Alto Minho; Universidade do Porto e a Câmara Autárquica de Braga, celebraram o passado 11 de dezembro na sede da Secretaria Geral de Emprego da Xunta de Galicia, uma reunião de Comité de Direção do projeto GEMCAT, um projeto promovido pela Xunta de Galicia e com o qual se pretende a criação de um enquadramento favorável para a Geração de Emprego Transfronteiriço de Qualidade.

Até o momento celebraram-se 5 reuniões de Comité de Direção e 5 reuniões de carácter técnico.

No enquadramento da reunião celebrada, em primeiro lugar foram convalidados os acordos tomados em reuniões anteriores, assinando todos os representantes das entidades sócias no projeto, as atas das reuniões Técnicas e de Comité de Direção levadas a cabo.

Em um segundo ponto da ordem do dia, realizou-se uma revisão do estado de execução das atividades técnicas do projeto.

Atividade 1 Diálogo Social Transfronteiriço: apresentaram-se os principais avanços nas mesas de Diálogo Social Transfronteiriço levadas a cabo. A primeira mesa levada a cabo foi a de o  setor de Automoción celebrada em Valladolid no dia 26 de setembro no que participaram por parte de Castilla e León, representantes das secretarias de Emprego, Economia e Fazenda, da Fundação Ancoragem e dos Agentes Económicos e Sociais da Comunidade, enquanto a presença portuguesa tem estado representada pelos responsáveis por a  Comunidade Intermunicipal  do Alto  Minho, por a  Autoridade para  as  Condiçoes  de o  Trabalho, por a  Confederaçao Empresarial  do Alto  Minho e por UGT Viana. A segunda mesa do setor agropecuário foi celebrada no dia 30 de novembro de 2018 e contou com a participação dá Xunta de Estremadura  e o sócio português CM de Braga. Além disso, informou-se que a Secretaria  Geral de  Emprego dá Xunta de Galicia tinha previsto realizar no dia seguinte a reunião de Comité de Direção (quarta-feira 12 de dezembro) as suas mesas de diálogo social dos setores Indústria 4.0 e Têxtil, nas que participam as entidades portuguesas Porto e CIM Alto  Minho.

Atividade 2 Compromisso Social por um Emprego de Qualidade: informou-se do estado de execução da Agenda de RSE transfronteiriça, estimando a apresentação do relatório conjunto em fevereiro de 2019.

No caso do programa para inclusão da RSE em janeiro começará a seleção dos mentores experientes na elaboração de diagnóstico e planos de implantação das RSE nas PMES, elaborar-se-ão os Bancos de dados interessados no projeto, e desenhar-se-á uma metodologia de trabalho comum a aplicar por todos os sócios do projeto, baseada em duas fases: Diagnóstico em matéria de RSE e Plano de Ação e implantação das primeiras medidas.

Em relação a Criação de uma RSE- Innolab, em janeiro definir-se-á a localização dos quatro espaços RSE- Innolab: Galiza, Castilla e León, Estremadura e Norte de Portugal, começará a captação das empresas, o desenho de uma proposta de campanha de comunicação e difusão, uma proposta de programa formativo mensal incluindo dinâmicas de criatividade e por último o desenho de uma metodologia de trabalho comum para os quatro espaços.

Atividade 3 Crescimento demográfico, conciliação responsável e igualdade de oportunidades: Criou-se o comité plurirexional de trabalho para o análise da evolução demográfica do espaço em outubro de 2017, informou-se que o estudo de evolução demográfica e envolvimentos no comprado de trabalho transfronteiriço será publicado uma vez seja convalidado por todas as instituições parceiras, e se debateu sobre a Convocação pública transfronteiriça de prémios anuais para o reconhecimento a empresas com uma trajetória destacada na implantação de política de conciliação e igualdade e organização de um evento de entrega de prémios de reconhecimento.

Atividade 4 Transferência: a Xunta de Castilla e León contratou o desenho e desenvolvimento informático do Banco Multimédia de experiências e Boas Práticas em matéria de conciliação. No enquadramento da reunião apresentaram a proposta do sistema e na próxima semana estará a funcionar em três idiomas.

Por último, planeou-se a celebração da próxima reunião de Comité de Direção no mês de fevereiro em Braga, na sede da Câmara Autárquica de Braga, bem como a celebração de uma reunião do grupo de trabalho da atividade 3. Crescimento demográfico, conciliação responsável e igualdade de oportunidades, para definir e lançar a Convocação pública transfronteiriça de prémios anuais para o reconhecimento a empresas com uma trajetória destacada na implantação de política de conciliação e igualdade.