Projeto gemcat – Criação de emprego de qualidade transfronteiriço apresentado em Valença

Projeto gemcat – Criação de emprego de qualidade transfronteiriço apresentado em Valença

A Comunidade Intermunicipal do Alto Minho (CIM Alto Minho) promoveu em Valença uma sessão pública de apresentação do projeto GEMCAT – Criação de Emprego de Qualidade Transfronteiriço.

Cofinanciando pelo programa INTERREG V A España-Portugal (POCTEP), este projeto apresenta como principais desafios a elaboração de uma agenda de responsabilidade social empresarial transfronteiriça, a criação de um programa de responsabilidade social empresarial (SER) nas PME e a definição de políticas públicas a favor da conciliação trabalho/ família.

A iniciativa contou com a intervenção de Jorge Mendes, vice-presidente da CIM Alto Minho e presidente da Câmara Municipal de Valença, que destacou a importância deste projeto ao nível da “cooperação institucional”, nomeadamente na “coordenação e aproximação das políticas nacionais relacionadas com o emprego” e na “participação das instituições, autoridades locais e agentes sociais”, no sentido de fomentar o “intercâmbio de experiencias para a dinamização de um mercado laboral transfronteiriço de qualidade”.

Jorge Mendes anunciou ainda que, no âmbito deste projeto, será desenvolvido um conjunto de atividades, como a criação de um grupo de trabalho para o desenho de políticas públicas a favor da criação de emprego de qualidade; a criação de um programa para a inclusão de responsabilidade social empresarial nas PMES do espaço transfronteiriço; a dinamização de convocatórias públicas transfronteiriças para premiar as empresas que incorporam políticas de conciliação e igualdade; e a organização de um fórum anual de diálogo social transfronteiriço.

A sessão de abertura foi ainda presidida por María Coutinho Villanueva, subdirectora Geral de Relações Laborais da Conselhería de Economia Emprego e Industria da Xunta de Galicia; Fátima Marinho, vice-reitora da Universidade do Porto; e Ricardo Rio, presidente da Câmara Municipal Braga.

Durante a sessão, Roberto Martínez Fernández, diretor da Fundação Mais Família, instituição que desenvolveu um sistema privado de certificação no âmbito da RSE, apresentou algumas medidas concretas de conciliação trabalho/ família e que poderão constituir bons exemplos a adotar pelas instituições e empresas. Este painel foi moderado por Manuel Fontes de Carvalho, pró reitor da Universidade do Porto.

Seguiu-se uma mesa redonda destinada a conhecer boas práticas na área da responsabilidade social, através da intervenção de três empresas, nomeadamente M. CAEIRO (Galiza, Espanha), do sector automóvel; PRIMAVERA Business (Portugal), do sector das novas tecnologias; e a empresa do Grupo Poblador (Extremadura, Expanha), do sector da construção civil, com moderação a cargo de António Barroso, adjunto do presidente da Câmara Municipal de Braga.

Por fim, María Coutinho Villanueva fez uma apresentação do projeto GEMCAT.

Liderado pela Secretaria Geral de Emprego da Junta da Galiza, este projeto integra ainda como parceiros, além da CIM Alto Minho, a Direção Geral do Trabalho, a Conselleria da Educação e Emprego da Junta de Extremadura, o Município de Braga, a Consellería de Emprego da Junta de Castela e Leão e a Universidade do Porto.